Buscar
  • Dilmara Coelho

“Educação - Quando os obstáculos se tornam oportunidades.


Ilustração Camila Coelho


Quando as engrenagens do trem chamado Escola estava ganhando força e velocidade, repentinamente, sem tempo para despedidas, tudo foi bruscamente interrompido. 

De repente, em meio a decretos e orientações, a escola foi tomada por um grande vazio. Uma crise com proporções indefinidas, encheu nossos corações de medo e incertezas.

De repente, as famílias que sempre foram julgadas por terceirizarem a Educação de seus filhos para escola, estando com eles em casa, agora estão sendo chamados a grande responsabilidade para dar sequência ao trabalho que é legítimo da escola.

De repente, nós enquanto escola, que sempre cobramos as famílias para tirarem seus filhos de frente das telas, estamos numa corrida para chamá-los de volta com as atividades a distância. 

Esse esforço coletivo e cheio de boas intenções tem um objetivo muito claro - a Educação não pode parar! 

Colocando a Educação Infantil em foco, a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) compreende que a mesma, exerce função complementar a ação da família e da comunidade, logo, concebe o âmbito familiar como um espaço educador.

O provérbio africano diz - “É preciso uma aldeia inteira para educar uma criança”. Partindo desta premissa, podemos considerar que a Educação nunca pára, e num contrapeso à crise, estamos diante de uma oportunidade de validar, ressignificar e unificar os papéis das instituições Família e Escola.

Ao mesmo tempo em que a escola não pode ser configurada como único espaço de aprendizagem, a família não é um território neutro.

Ressignificar estes papéis, derrubar os “muros”da escola e compartilhar a responsabilidade da Educação de nossas crianças com todos os atores da sociedade, nos tornariam efetivamente uma comunidade educadora.  

Diante deste movimento global é inevitável não refletir sobre esse contexto e sobre a urgência da construção de uma escola nova.

Entre tantos desafios, quando a crise passar e retomarmos nossas posições, qual será de fato nosso papel?!

Dilmara de Fátima Coelho Santos - Professora de Arte na EMEI “Arco-Íris” Lagoinha-SP. Pedagoga, Arte Educadora e especialista em Metodologia do Ensino de Arte. 

0 visualização

Rua Francisco Derosso, 3950 | Alto Boqueirão -Curitiba, Pr | escola@escolalapisdecor.com.br | Tel: 41 - 3258-2402

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Twitter Icon